"O imprevisto acontece e alguém te encontra. E te reencontra. Te reinventa. Te reencanta. Te recomeça."
» Better believe it

Theme by raccoltadipensieri.
Tem coisas da gente que não são defeito nem erro: são só jeito da gente ser.
Caio Fernando Abreu.   (via sou-inseguro)

(Source: resigno, via sou-inseguro)


4 days ago • 21,841 notes •Reblog
Mural de indiretas -

Ela gosta de música, dias bonitos, cachorros, brisa do mar, sol, frio, sentir o vento dançando nos cabelos, rir até a barriga doer, falar besteira, desenvolver “teorias” malucas, filmes, viajar, chocolate, arte, você…
Clarissa Corrêa.   (via faz-sonhar)

(Source: c-a-n-a-r-i-o, via faz-sonhar)


4 days ago • 30,217 notes •Reblog
Mural de indiretas -

(Source: piskute, via bieberpower)


4 days ago • 490 notes •Reblog
Mural de indiretas -

ilicitum:

,

ilicitum:

,

(via faz-sonhar)


4 days ago • 233,580 notes •Reblog
Mural de indiretas -

(Source: justinbiebergifs, via wanderlustlywanderlust)


4 days ago • 6,397 notes •Reblog
Mural de indiretas -

sou-inseguro:

.

sou-inseguro:

.

(Source: cuecas-instagram)


5 days ago • 1,100 notes •Reblog
Mural de indiretas -

(Source: desorienta, via acudir-se)


5 days ago • 5,606 notes •Reblog
Mural de indiretas -

Talvez eu queira demais. Não só de mim, entende? Dos outros também. Espero que descubram, por trás dos meus disfarces, toda a coisa. Porque as nossas angústias usam máscaras. E eu tenho uma mania de ser valente, dá até medo. O mundo entra na mochila e ela fica mais pesada que rocha. Aí brinco de tartaruga e quero levar tudo dentro. Nem eu me seguro, ora. Não sei porque insisto. Às vezes não dá, tenho que aceitar isso. Não é vergonhoso, nem fraco, é que não dá. Porque não. Mas, você sabe, não aceito essas respostas.
Clarissa Corrêa. (via acudir-se)

(Source: neologismo, via acudir-se)


5 days ago • 17,976 notes •Reblog
Mural de indiretas -

(Source: col0r-instagram, via acumuleidesafeto)


5 days ago • 258 notes •Reblog
Mural de indiretas -

Nunca ninguém sabe se estou louco para rir ou para chorar. Por isso o meu verso tem esse quase imperceptível tremor. A vida é triste, o mundo é louco! Nem vale a pena matar-se por isso. Nem por ninguém. Por nenhum amor. A vida continua, indiferente…
Mário Quintana. (via acudir-se)

(Source: indubio, via acudir-se)


5 days ago • 24,059 notes •Reblog
Mural de indiretas -